CANTINHO DOS ANJINHOS

DEIXE VOCÊ TAMBÉM A SUA HOMENAGEM

Guinho

Quando o Céu ganha uma nova estrela!

A dor aperta no peito, as lagrimas brotam dos olhos, o que era sinônimo de vida e alegria passa a ser um enorme e incompreensível vazio. Nunca senti dor assim, deste tamanho, uma dor avassaladora, anestesiante e desmedida.

Alguns podem achar exagero, que não era para tanto, pensando que é só dar de ombro e deixar pra lá. A estes eu digo que não é bem assim. Ah, mas não é mesmo. Entendo acharem estranho, mas espero que não sintam o mesmo que estou sentindo, a sensação de impotência, o auto-julgamento de se achar incapaz, o flagelo mental do “você poderia ter agido diferente e ele ainda estar aqui”…

Parece loucura falar que um cão é sangue do meu sangue, é ser do meu ser. Mas só parece, pois não é. Este pequeno ser foi um dos motivos para eu ter tomado as decisões que tomei, de ter escolhido as ruas, as praças e os parques como escritório, a bermuda, a camiseta surrada e o boné desbotado como uniforme, o clicker, a guia e a petisqueira como ferramenta de trabalho. Foi por ele, e não só por ele, que abri mão de minha formação acadêmica, da estabilidade financeira, dos direitos trabalhistas, das férias no litoral, de várias viagens, de muitos fins de semana e sabe lá o que mais.

E neste instante tudo perde o sentido, pois ele não está mais aqui.

O silencio na sala não será mais quebrado por um latido proposital, pelo coçar de orelha ou pelas lambidas intermináveis nas quatro patas. A rotina no horário de almoço não será mais a mesma, a caminhada na calçada fim de dia não será mais a mesma, a explicação pro vizinho ainda não avisado – olha, ele é cego e surdo, então não adianta você chamá-lo para agradar – não será mais a mesma.

Astrofísicos dirão que estrelas são formadas por nuvens de gases, de poeira e hidrogênio. Sou obrigado a discordar. Estrelas são formadas de lindas historias de amizade e carinho, de apego, de afinidades e de amor incondicional. Mas infelizmente a luz de uma estrela precisa se apagar aqui, para se acender mais forte e linda no Céu.

Obrigado meu filhote, meu irmão de pelo, meu amor. Espero que você possa iluminar muito mais vidas, assim como fez com a minha!

Desconhecido 12/04/2017

SOBRE NÓS

O PET CÉU é um Crematório de Animais que iniciou suas operações no ano de 2010 e foi constituído para oferecer aos proprietários de animais de companhia (PETs) uma destinação digna, respeitosa e carinhosa no momento em que eles partem da nossa vida.

Redes Sociais

              Instagram

              Facebook

             Telefone: (41) 3668-5858

             R. Santa Helena,51

             Pinhais-PR


Copyright © 2021 PetCéu - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por: