Dorinha

Dorinha

30/10/2006 17/06/2018

No primeiro dia já nos conquistou e nos assustou, brincou tanto e depois do nada apagou, achamos que sei lá talvez até tivesse morrido e depois de um tempo todo mundo preocupado e ela levanta como se nada tivesse acontecido e por cuidado e carinho deixávamos a luz dela acesa , foi uma semana inteira chorando e deixando agente preocupado, quando alguém teve a brilhante ideia de apagar a luz e ela nunca mais chorou. A partir daí foram anos de muito amor e companheirismo. Ela nunca falou, é claro, mas com o olhar dizia muito como quando meu sobrinho (de 3 anos) colocou detergente na água dela sem ninguém ver, ela olhava pro pote e pra gente até entendermos e trocarmos a água. Muito especial, amorosa, inteligente, ótima companheira e exibida ia passear e fazia questão de latir pra cadela da vizinha e dizer ”estou indo passear”.

Enfim, nas palavras do meu sobrinho ” é minha Dorinha, muito fofinha ela”.

Da sua família Reginaldo, Maria, Tiago, André, Lucas, Ruthe, Pedro e Renata.

VEJA NOSSO WHAT´S!