DOCK

DOCK

30/03/2007 31/05/2017

Dock…Dockinho….

Seu marrento, encrenqueiro, bonitinho e ordinário como falávamos. Nosso protetor e amigo. Nos deu tanta alegria e agora com sua partida uma tristeza enorme e um vazio maior ainda. A casa nunca mais será a mesma sem você lá…Espero que você esteja feliz ai onde está….assim como nos fez tão felizes…Você cumpriu sua missão em nossas vidas…nos ensinou a sermos melhores, a pedir carinho e atenção assim como você pedia carinho e atenção quando queria e reclamava quando não queria. Vou sentir saudade de ver você brincando de esconde esconde com o Cesar… de você entrando no meio de mim e dele para nos separar quando estávamos nos abraçando, tipo assim: “- olhe para mim estou aqui também…tenho ciume…”, de você dormindo na cama da Gi… da sua alegria quando eu deixei subir na minha cama…Foi sua conquista…e fazendo fusquinha para o Tropeço, tipo olha eu estou aqui você nãoo, eu posso você nãoo. Do paizão que foi para o Tropeço…Lembro do dia que você puxou o Tropeço com sua pata só para ele não sair na chuva….e o corre corre envolta da mesa na sala de jantar, isso vai fazer uma falta enorme para todos nós…E tantas e tantas outras coisas mais….Te agradeço de todo o coração por todos esses 10 anos de alegria que nos proporcionou…Te Amamos para sempre e você nunca vai sair de nossas mentes e coração….

Obrigada de coração…

Ivete, Cesar, Giovanna, Sueli e Tropeço.

 

30/03/2007 – 31/05/2017