A lambedura do gato é muito mais que um simples banho

A lambedura do gato é muito mais que um simples banho

8 de maio de 2017

Você sabe porque o seu gato adora se lamber? E você sabe que isso é mais que um simples banho?

 

É verdade que os gatos domésticos não são grande fãs da banheira. No entanto, os gatos de pelo longo precisam sim tomar banho. Para evitar grandes traumas, devem ser acostumados cedo. Você sabe que seu gato “toma banho” com a língua, mas por que ele o faz, talvez seja um mistério. Em sua superfície, a língua felina possui cerdas que se transformam em uma espécie de escova natural.

Ele consegue manter sua higiene sozinho, sem precisar de banho. Cada tipo de pelagem pode exigir cuidados específicos, mas o gato é extremamente limpo e detesta estar sujo. Acreditamos que esse seja um meio de evitar predadores no ambiente natural. Quem tem gato sabe que, após ele comer imediatamente começa a se lamber. Isso serve para evitar odores que possam atrair outros animais que possam representar perigo. É comum também que os gatos lambam a pata para que possam chegar a lugares aonde a língua não chega como a nuca. Com a língua, espalham a saliva na patinha e a espalham pelo corpo para fazer sua higiene.

Acredita-se que outro motivo é o alívio do estresse. Existe a teoria de que a lambedura tranquiliza o animal, como mudança de casa ou a chegada de um novo pet. A lambedura pode ser também uma demonstração de afeto com o tutor. Quando são filhotes, o ato valoriza laços entre os indivíduos. A mãe lambe, os filhotinhos se lambem. Mas não é tão comum, ao contrário do cachorro, que aconteça entre gato e humano. Ele pode na verdade estar curioso, por sentir um cheiro de algum produto ou alimento na pele.

É importante estar atento, pois o hábito de se lamber em excesso pode ser sintoma de doenças, e pode causar lesões. Lambeduras exageradas deixam a pele mais úmida, favorecendo o surgimento de fungos e bactérias.